domingo, março 01, 2015

Sintonia entre olhar e poesia



O sino e o relógio da Igreja,
nos povoados ao longe perdidos,
regulam o dia a dia das gentes:
desde o levantar, onde quer que se esteja,
olhar ou ouvido a eles dirigidos
convertem-nos em íntimos parentes.
P'ro jantar chama o toque do Sagrado;
as Ave- Marias, fim dos trabalhos;
relógio manda todos p'ra cama.
O sino anuncia mais um ser nado;
o seu repique p'ros recém- casados
contrasta com dobre, quando Deus chama.

Vocabulário:
jantar (hoje, almoço)

Agostinho Alves Fardilha (o meu pai)
Coimbra

sexta-feira, fevereiro 27, 2015

terça-feira, fevereiro 24, 2015

Pelos caminhos de Portugal...

Forte ou Castelo de Santiago da Barra (Viana do Castelo)


A construção foi iniciada no reinado de D. Sebastião (1567), e sofreu ampliações e reformas no princípio da dominação filipina. Em 1700 e 1799 foi objecto de novas reparações e reconstruções. É um forte de forma poligonal, abaluartado. Conserva ainda, a norte, um revelim.

(in "Património Arquitectónico e Arqueológico Classificado" - IPPAR, 1993)














sábado, fevereiro 21, 2015

Um olhar


(...)
Quem tem, quem tem
Amor a seu jeito
Colha a rosa branca
Ponha a rosa ao peito.
(...)

(Mariza)

quarta-feira, fevereiro 18, 2015

Pelos caminhos de Portugal...




Bonita ponte de origem Romana, toda construída em pedra, situada na parte sul da vila, em Tornes(Oleiros)Esta ribeira, nasce na Freguesia de Estreito, no Concelho de Oleiros, é afluente do Rio Zêzere, desaguando junto à localidade de Foz da Sertã, na freguesia de Cernache de Bonjardim, Concelho da Sertã.






segunda-feira, fevereiro 09, 2015

Pelos caminhos de Portugal...


A igreja matriz de Oleiros é dedicada a Nossa Senhora da Conceição, construída no ano de 1532, é o monumento mais antigo da vila de Oleiros. Foi construída no reinado de Dom Manuel I. A sua construção demorou tanto tempo, que teve que ser reparada mesmo antes de estar concluída. Está classificada como imóvel de interesse público.




















Mona Lisa " Animada"

ShareThis